Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
CICATRIZES
 

Se o vento sopra, eu só me entrego ao seu sabor;
se a chuva bate e eu já me curvo à sua força.
Se o Sol castiga e faz que a pele se retorça,
troco de casca e crio outra pra repor...

Se vou crescendo e vejo um muro à minha frente,
não volto atrás, o que eu faço é contorná-lo...
Da mesma forma, vou dizer que não me abalo,
diante de um rio, se me deparo co’a torrente.

Bem lá no fundo do meu tronco há uma seiva,
tão eficaz para tratar das cicatrizes,
que nada resta, além de um risco pequenino,

que mal se nota, quando o novo descortino;
nova estação em que retiro das raízes,
muito mais força, do que tinha antes da ceifa.


nilzaazzi.blogspot.com.br
 

 

 

Nilza Azzi
Enviado por Nilza Azzi em 02/10/2007
Reeditado em 23/07/2015
Código do texto: T676783
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor Nilza Azzi ). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nilza Azzi
Campinas - São Paulo - Brasil
2225 textos (383520 leituras)
27 áudios (1214 audições)
4 e-livros (385 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 17:14)
Nilza Azzi