Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PESCADOR E A SEREIA


Os cabelos soltos de encontro ao vento
A cor dos teus olhos refletia sobre o mar
Dos teus lábios se faziam encantamento
E seu perfume exalava a pureza do ar.

Eu com meus olhos oriundos sempre atento
Observava a mais bela escultura do mar
Causava-me alegria, causava-me tomento
Deixando-me atordoado sem direção navegar.

Olhando-me pediu aos deuses que cessasse o vento
E em suplicas pediu-lhes se podia aproximar
Me pedindo desculpas, pois era grande o lamento

Duas raças tão nobres não podiam se apaixonar
E me causando uma grande angustia por dentro
Tomei o meu barco em lagrimas comecei a navegar.
O Último Romântico
Enviado por O Último Romântico em 02/10/2007
Código do texto: T676803

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (reme@oi.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Último Romântico
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
126 textos (5666 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:13)
O Último Romântico