Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Figurante

Meu amor de menino me encantou,
Saindo pelos caminhos do destino,
Infelizmente, ele me desencontrou,
Ainda hoje choro, quando ouço o sino.

Lembranças, daquele amor de verão,
Quando à primeira vista, a beijei,
O sol anunciava aquela estação,
Únicos dias, que infinitamente sonhei.
   
Tua partida petrificou meus versos,
O amor inqüantificado dos momentos,
Ficou perdido em outros universos,
Luz de uma fogueira de lamentos.

Do teu amor, tenho recordação,
Queria ser figurante, nesta ilusão.

Gilmar Queiroz
Enviado por Gilmar Queiroz em 05/10/2007
Código do texto: T681433

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilmar Queiroz
Laranjal do Jari - Amapá - Brasil, 41 anos
247 textos (4685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 21:21)
Gilmar Queiroz