Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

“BOCEJOS da MADRUGADA”

A saudade que brota vem do norte
Do país, esse extenso continente
Não maior que esta dor intermitente
Tamanha, que receio, não suporte

Trota o tempo, com toda ligeireza
Deixando em todos nós sua pisada
E a juventude, sempre desavisada
Vive ocupada, cuidando da beleza

Que nos bocejos de cada madrugada
Minguando vai, célere, conformada
Que morre quando a vida anoitecer

Por já ter, como certo, indiscutível
Que a morte é um marco irremovível
Nas pestanas de todo amanhecer...
Lobo da Madrugada
Enviado por Lobo da Madrugada em 05/10/2007
Código do texto: T682000

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lobo da Madrugada
Curitiba - Paraná - Brasil
764 textos (335072 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 09:48)
Lobo da Madrugada