Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANTES LOUCO





Podem falar-me que sou louco,
Por dizer o que me vai na alma,
Que de responsabilidade pouco
É o que auguro, por minha calma.

E se grito, faço-o até ficar rouco,
Não há aqui o que cale a palma,
Se me desdizem dou-lhes troco,
Por minha sorte, à minha falda.

Conto a minha vida e asseguro
Que o que digo a ninguém ofende,
Só assim prevejo o meu futuro,

Que é viver o presente dia a dia,
A crer no homem que defende,
A sua respeitável e original valia.

Jorge Humberto
05/10/07





Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 06/10/2007
Código do texto: T682983
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 51 anos
2622 textos (67034 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 15:20)
Jorge Humberto