Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AINDA UMA VEZ...


Ainda uma vez mais a te escrever, Musa eterna,
em impulsão voraz que me transtorna a mente!
E sem conter esta emoção  minh!alma externa ,
toda a paixão que nela habita persistente!

E o teu poder de sedução é tão veemente,
que já nem sei se és Deusa antiga ou hodierna!
Como assim voltas, tão ligeira, tão latente,
a clarear meus versos em tépida  lucerna?

Quando vens, de repente assim, qual surdo vento,
meu coração de poeta é lôbrego tormento,
e a minha mente é furacão em verso e prosa!

E no jardim da inspiração tu és flor de sonho,
 que entre os espinhos, pra colher eu me proponho
qual fosse um cravo apaixonado pela rosa!

Midi: Usted
Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 06/10/2007
Reeditado em 02/05/2011
Código do texto: T683795

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
493 textos (68707 leituras)
11 áudios (3028 audições)
1 e-livros (188 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 17:44)