Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DA ESPERANÇA





Que fizeste tu comigo, roubando-me à tristeza?
Porque me amaste, quando eu estava tão só?
Disseste-me, amor, eu serei a tua certeza,
A depressão seja comigo, tua dor, teu eterno dó.

Vieste imiscuir-te na minha vida, tão dolorosa…
Deste-me o que querer e desejar, por ti pude amar.
Ah, minha linda mulher, tão boa e tão formosa,
Eu estava só, no meu navio… a naufragar.

Até que eu acordei para a vida e para o restrito amor,
Que tu soubeste incutir-me, com tanta delicadeza,
Que eu pergunto-me, porque me tiraste a minha dor?

Hoje sou feliz a teu lado, nada mais peço ou prevejo,
Que não dar-te todo o meu carinho e firmeza,
Quando eu só estava à espera do teu amado desejo.

Jorge Humberto
08/10/07









Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 10/10/2007
Código do texto: T688866
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 51 anos
2622 textos (67035 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 22:21)
Jorge Humberto