Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REPTO AOS PEDERASTAS





Escroque maldito, em esquinas espreitando,
És tal qual uma fera encurralada, desejando
Que a presa se descuide, para atacar cruel,
Em sua dissimulação, a criança que nos é fiel.

És uma besta sem escrúpulos, fero animal,
Que a nada vê bem, e perpetua todo o mal,
Nos jovens indefesos, que a nada desconfiam
Por crerem no homem, em que tudo confiam.

Castrar estes predadores, é muito pouco,
Numa sociedade que deve proteger seus filhos;
Que se lhes arranque a voz e o grito rouco.

Pobres crianças indefesas, algumas de meses,
Sentadas no colo desta ralé, sem espartilhos,
Nus, uns e outros, como se gémeos siameses.

Jorge Humberto
10/10/07


Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 12/10/2007
Código do texto: T691382
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 51 anos
2622 textos (67034 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 13:25)
Jorge Humberto