Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto nº 08

(Bem-vindo ao mundo cão)

São tantos passos pela nossa cidade,
que nunca podem ou não querem parar.
Tantos com pressa, com hora marcada,
tantas pessoas que nem trocam um olhar.

Que buscam com fúria a tal prosperidade,
só a financeira e não de sentimento.
Que não se permitem uma breve parada,
para curtir o mais simples momento.

Viram as costas e nem se despedem,
nem mesmo de quem segue ao seu lado.
Aqui mais parece o país do desdém.

Pessoas que apenas vêm e que vão.
Trazendo uma faixa no rosto pintado,
que diz: seja bem vindo a este mundo cão.
Firmino Maya
Enviado por Firmino Maya em 13/10/2007
Código do texto: T692152
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor, link para o site original da obra.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Firmino Maya
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 41 anos
82 textos (13181 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 20:56)
Firmino Maya