Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempo Ambarino

Ah!  Prata, que aos teus cabelos enfeitas
Traz-te um brilho - sol a pino - nacarado
Escassos... invernos d’águas no cerrado
Inspirando este solo de colheitas.
 
 
Perfumas... É o meu Tempo Ambarino
Tornando-o  mel de seiva, almiscarado.
À noite, tu camuflado e clandestino
Me beijas, como beija um condenado!
 
 
São fantasias... Reconheço! Que importa!
Se a lua em eclipses exorta
O sol do amor - recluso ao anoitecer.
 
 
Se me negas teus carinhos... Deixa assim...
Um dia, se sozinho... Vinde a mim!
Será tarde!... Como um dia a morrer!
 

Canoas,13 de outubro/2007-RS
 
 
 
Eliane Triska
Enviado por Eliane Triska em 13/10/2007
Reeditado em 05/08/2009
Código do texto: T692725
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Eliane Triska
Canoas - Rio Grande do Sul - Brasil, 64 anos
258 textos (19289 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 09:11)
Eliane Triska

Site do Escritor