Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Amor maldito!

Voe alma derradeira, sombreie teus amores...

Rainha com coroa em sombras, ruínas a beira de um amor.

Fuja amante infiel, esconda teu segredo, teu horror.

A fuga é tua escolha, na lança da tua espada teus penhores.

 

Dúvidas invadem teu sangue sagrado num pesadelo de morte.

Um legado perdido, em escombros se faz tua alma agora!

Traga tua dor num cálice de sangue pela desonra em tua corte,

grite tua lenda pelos bardos entoada terra afora!

 

Renasça a lenda da paixão a espera do desejo encantado,

morte colhida na cobiça entrelaçada da luxúria.

Rainha maldita cuja desdita foi fazer do amor: pecado!

 

Sinta tua morte manchada de sangue do guerreiro e teu irmão,

cujo fruto amaldiçoado não nasceu, foi natimorto sepultado.

E tu, bela rainha tem cantada tua estória sem perdão!

 

Mara Pupin
Enviado por Mara Pupin em 15/10/2007
Código do texto: T694710

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mara Pupin
Goiânia - Goiás - Brasil, 50 anos
289 textos (28635 leituras)
3 e-livros (228 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 08:58)
Mara Pupin