Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ferida Aberta

Ninguém vê o aniquilamento no penar
Quimera vil do sublime temerário
Ingratidão à megera do cemitério
Nesta maldita empresa a exorcizar

Vives na lama deste teu sepultar
Animais entre bestas sem critério
No sórdido solo roxo o hemisfério
Para decompor as carnes a execrar.

Bata nesta mão miserável que treme
Sementes do esquecimento que freme
A acarinhar a lápide desta sepultura.

Na volumosa chaga do teu peito
Numa pedra fria que aqui tanto freme
Nesta boca de ósculos que geme.

                          DR SMITHY
Dr Smithy
Enviado por Dr Smithy em 17/10/2007
Reeditado em 22/10/2007
Código do texto: T698546
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dr Smithy
Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 49 anos
133 textos (3557 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 17:44)