Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OSÍRIS

Eu amo a sutileza de uma análise
que meça o brilho espectral, rubiáceo
do sol, este andarilho do palácio,
doando o brinde a quem tiver um cálice...

O sol, que tudo cobre e agasalha,
monta a cavalo ou vem de carruagem,
é rei, rainha, imperador e pajem,
torna a neve mais branca em sua fornalha.

O sol, um dia, além de sua retina,
fixou na lua um coração de naja
ensinando-lhe as línguas e as raízes...

A lua, em gratidão, rasgou a sina
de tantos quantos neste outro mundo haja,
e no fim rasga os sete véus de Ísis...

Marcelo Moraes Caetano
Enviado por Marcelo Moraes Caetano em 18/10/2007
Reeditado em 19/10/2007
Código do texto: T699830

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (MARCELO MORAES CAETANO). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Moraes Caetano
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
246 textos (13413 leituras)
87 áudios (5938 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 08:48)
Marcelo Moraes Caetano