Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração Calado

Se quero calar meu coração grita e se agita,
em gemidos inexprimíveis tenta de todo falar,
revolve-se, anseia, quer tudo dizer, não fala,
e assim fico quieta, e tudo em mim se cala.

Por quanto tempo conseguirei, se sei, não sei,
pois se já aqui duas vezes voltei, por querer,
falar, gritar, dizer, que saudades eternas sentirei,
na luta da vida, sempre, sempre, em ti pensarei.

Olha meus olhos estão opacos, sem cor, com dor,
veja neles a tristeza que ali calou, com força,
sinta neles meu espírito, ferido de calar já rouco.

Navegue ainda dentro de mim, se queres, podes,
cuidado para não ferir os pés, há espinhos,
depois me deixe, se queres, sou vida dos sozinhos.
Maria
Enviado por Maria em 21/10/2007
Código do texto: T703528
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4807 textos (194179 leituras)
1 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/11/17 21:39)
Maria

Site do Escritor