Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por quem cantas


Tu cantas teu amor, com maestria,
dos dias em que a dor deixou marcadas
saudades e lembranças já cantadas
em forma de sublime poesia...

Teu canto guarda o amor de horas vazias
e expurga a dor das quedas nas estradas
da busca mais sublime por mãos dadas
nas horas em que as mãos ficam vazias...
 
Os dons que o sentimento teu revela
convertem dor em verso e riso em rima
e mostram como a vida ainda é tão bela
 
enquanto existe o amor que ainda anima
o coração - que pára, longe dela,
mas volta a palpitar se se aproxima!
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 21/10/2007
Código do texto: T703763
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10847 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 18:46)
Poeteiro