Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADES VIVAS


Mato as saudades que o vento me traz
Quando à janela, ele me vem visitar,
Olho em frente e observo aquele cartaz
Que me mostra imagens e me faz sonhar.

Fantasiando fico ali horas seguidas...
Olhando, nem dou por o tempo passar,
Imagino-te a brincar comigo às escondidas
E vejo o teu corpo pronto pr'a me abraçar.

As saudades quase me matam, acredita
E o vento fica gelado, e eu aflita...
Já não me ouço, a minha voz ficou rouca.

Á janela, espero ver-te passar na rua
Sei que não me queres, mas eu sou tua
E desejo demais sentir a tua boca.



Biazocas
Enviado por Biazocas em 21/10/2007
Reeditado em 21/10/2007
Código do texto: T703781
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Biazocas
Portugal, 66 anos
427 textos (15943 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 10:48)
Biazocas