Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Velho retrato

O meu amor, a ti entreguei,
Abandonando minha vontade,
Servi-te, com toda lealdade,
Os meus sonhos, em ti depositei.

Fui teu guerreiro incondicional,
Contra as diversidades da vida,
Deixando pra trás, toda fadiga,
Escrevi com dor, um memorial.

Hoje, quero um credito de amor,
Quero recuperar o tempo,
Lavar minha alma, secar ao vento.

Hoje rasgarei, o velho retrato,
A lembrança inerte do contrato,
Mas, não recuperei o néctar da flor.


Gilmar Queiroz
Enviado por Gilmar Queiroz em 22/10/2007
Reeditado em 18/12/2007
Código do texto: T704651

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilmar Queiroz
Laranjal do Jari - Amapá - Brasil, 41 anos
243 textos (4634 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 03:46)
Gilmar Queiroz