Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BEIJANDO O APOCALIPSE

Preferia que o câncer fosse o signo
e viver não perdesse todo o nexo,
meu espelho dissesse que sou digno,
nem que fosse forjando seu reflexo...

Pelo menos perdesse este complexo,
como tento mas nunca me resigno,
maldizendo meu côncavo e convexo
consagrei o que chamo de maligno...

Ariano com cãncer é caótico,
mas o tempo me fez ficar robótico
e fingir que não passa dum eclipse...

Casamento que fere a minha ética,
mas permito a minh´alma crua e cética
dar um beijo no próprio apocalipse...

                        Rio, maio de 1995.
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 23/10/2007
Código do texto: T706174
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3110 textos (62593 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 21:12)
Demétrio Sena