Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
CALVÍCE

Cai-me os cabelos, vai-se a vaidade
Loções, xampus, tudo uma luta vã
Num despespero, então cada manhã
A calva vai crescendo com vontade...

Parce que uma nova identidade
Brotando vai qual fruta temporã
Um protuberância num afã...
No abdômem surge um novo abade.

Cai-me os cabelos e toda confiança
E minha aspiração ficando mansa -
De bom quem sabe reste algum brulho!...

A cada fio perdido uma virtude
E pego-me pensando em amiúde:
Só não caiu a impáfia e meu orgulho!...


22-23/10/07
Gonçalves Reis
Enviado por Gonçalves Reis em 23/10/2007
Reeditado em 23/10/2007
Código do texto: T706321

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gonçalves Reis
São Paulo - São Paulo - Brasil
1155 textos (75410 leituras)
1 áudios (107 audições)
1 e-livros (51 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 06:04)
Gonçalves Reis