Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO LOUCO (Mais um!)

SONETO LOUCO (Mais um!)

Nasceu este soneto no meu papel
Breve, leve, tenaz, bagunceiro
Roubou-me a paz jogando-a ao léu
E louco me pôs o dia inteiro!

Pensei ser um verso passageiro
Mas de tudo ele fez um escarcéu:
Pintou-se roubando do tinteiro
O azul que eu pintaria o meu céu!

Ele cresceu, mas sequer tomou jeito
Por conta própria hoje vive aqui
Num livro o qual o chama de seu leito

Vez ou outra busco-o -sempre a sorrir-
Falo: onde estás filho, verso imperfeito?
Também sorrindo ele diz:”Estou aqui!”
Francisco Monteiro
Enviado por Francisco Monteiro em 23/10/2007
Código do texto: T706860

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Monteiro
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 47 anos
72 textos (1998 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 17:20)
Francisco Monteiro