Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meia vida


Ter nascido meio livre e meio escravo
fê-lo hesitar, dividido entre as metades:
uma em paz e a outra vítima do agravo
das injustiças e das desigualdades...

Uma parte luta e morre como um bravo
mas a outra vive em sombra o próprio Hades...
Cede às correntes, desiste presa aos cravos;
teme lutar e morrer em liberdade...

Uma parte só foi livre externamente
pois que, por dentro, era ainda prisioneira
e a liberdade lhe foi indiferente...

A parte escrava permaneceu inteira
porque quebrou os grilhões em sua mente
e a escravidão não mais foi verdadeira...
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 24/10/2007
Código do texto: T707186
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10840 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 10:12)
Poeteiro