Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reverso


Não sabe mais cantar meu coração
mas mesmo assim insisto porque sei
haver neste silêncio a solidão
à qual por vezes tantas me entreguei.

Prefiro não calar! Peço perdão
se eu canto torto assim, mas cantarei
e à mágoa que restar eu direi não
e nunca mais à dor me entregarei!

Cansei-me de sofrer por ser poeta
e agora eu canto torto mesmo assim
até que a vida volte a ser completa!

E mesmo que meu canto chegue ao fim
ninguém verá de novo a dor secreta,
pois ela não fará parte de mim!
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 24/10/2007
Código do texto: T707197
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10842 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 22:30)
Poeteiro