Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLIDÃO

De onde vem essa tristeza medonha
Deixando visível o avesso da minha vida
E é a negação de quem tanto sonha
Com a paz deixando de ser uma desconhecida?

De onde vem essa tristeza silente
Gritando mil coisas dentro da madrugada
Tramando pavores na  minha mente
Deixando para o futuro a certeza de um nada?

É sem resposta e sem retorno esse caminho
Feito sem a graça do teu carinho
Deixando muda a palavra minha

Sílaba clara de tristeza, medo e solidão
O avesso da alegria solta na amplidão
E minha vida seguindo triste e sozinha.
JOAQUIM RICARDO
Enviado por JOAQUIM RICARDO em 24/10/2007
Código do texto: T708068
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOAQUIM RICARDO
Camaragibe - Pernambuco - Brasil, 56 anos
2180 textos (40181 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 13:24)
JOAQUIM RICARDO