Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS SENHORES DA GUERRA






Os senhores da guerra, ignóbil e atroz,
Continuam com sua sangria desmedida…
E é ver crianças do chão buscando arroz
Que lhes alimente um pouco mais a vida.

Rostos cadavéricos esperando a morte
Emitem sons ininteligíveis a nossos ouvidos…
Eles bem sabem qual a sua pouca sorte
Quando pelos bichos forem carcomidos.

Às potências irmanadas nada lhes importa,
Mesmo que a desgraça lhes bata à porta,
Implorando atenção para sua débil graça.

Tudo isto por petróleo e pedras preciosas,
Do vil metal estão as almas bem ociosas,
Saindo em paradas lúgubres pelas praças.

Jorge Humberto
22/10/07



Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 25/10/2007
Código do texto: T709278
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 51 anos
2622 textos (67119 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 23:45)
Jorge Humberto