Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOSTALGIA

A corrente que arrasto assombrando meus dias
não me deixa sonhar com soltura infinita,
cada nova manhã já tem horas tardias
pelo quando a saudade me laça e limita...

Sua imagem que assusta pelo quanto grita
nas lembranças em toques de turvas magias,
faz a mente cansar de assistir esta fita
e tentar uma fuga por todas as vias...

O presente se prende ao passado que atua
feito velhos mistérios em torno da lua;
vou tomando poções de nostalgia intensa...

Minha vida se torna mometo precário
e minh´alma resume-se a tal relicário
que alimenta o vazio sem que nada o vença...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 25/10/2007
Código do texto: T709394
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3109 textos (62586 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 10:17)
Demétrio Sena