Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETANDO

Leio Bocage ao ler um Gregório
Sonetando no verso de agora
Safra de palavras magras na hora
Arriscando notar o viés simplório.

Quero o vocábulo incerto do casório
Verbos do quarteto que gelam a fera
Matando a anomalia da megera
No último verso, o conforto ilusório.

Cômputo agressivo da alta Ártemis
Mais três deusas nas minhas rimas
Faltam duas para o eterno Zeus.

Neste poema melancólico de adeus
Maldita fantasia na agonia teimas
Alegoria da sorte para Tetis.

                    DR SMITHY
Dr Smithy
Enviado por Dr Smithy em 27/10/2007
Código do texto: T712064
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dr Smithy
Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 49 anos
133 textos (3557 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 04:34)