Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"ESQUINA do PASSADO"

Eu parado, na esquina que divisa
O passado, deste hoje bem agora
Eu flagrei, como máquina precisa
O instante remarcando cada hora

A passada, já se foi e não vigora
Lembrança só ficou da existência
O presente, de súbito, ela devora
Rumina e regorgita sem decência

Equivalência do que foi um dia nobre
Eu revejo, no espelho, que não cobre
O espectro, perfeito, em que se abre

O túnel que passei, mas de tão pobre
De espírito, nem via, que uma esnobe
Bainha era vazia, bela, mas sem sabre...

                                                       LUDY, boa sorte, boa prova.
                                                       Cwb, 071027, 22:02h. - Sds.
Lobo da Madrugada
Enviado por Lobo da Madrugada em 27/10/2007
Código do texto: T712792

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lobo da Madrugada
Curitiba - Paraná - Brasil
764 textos (334866 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 00:29)
Lobo da Madrugada