Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto









 “NINGUÉM NASCE ASSIM”.

                  

 

 

Quando se nasce da paz...

De um casal apaziguado,

Muita chance o homem traz

De ser humano abençoado.

 

Mas, quando vem da discórdia,

Ou de um lar sem respeito...

Onde a música é paródia

Crescer assim não tem jeito.

 

Ninguém nasce preguiçoso

Muito menos um criminoso,

Mas com o valor de quem cria.

 

Nem todos ricos são nobres

Nem todos os ladrões são pobres,

Isso meu pai sempre dizia...







 

Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 28/10/2007
Código do texto: T714082
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
3911 textos (260904 leituras)
185 áudios (36392 audições)
9 e-livros (7425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 02:36)
Antonio Hugo

Site do Escritor