Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

D E S E J O

       D E S E J O

Tempestade que o pecado traz no vento,
E me embriaga com o prazer e a beleza...
Força latente sem requintes de nobreza,
Que consome minha alma todo o tempo...

Transformando meu ser em chama ardente,
Leva minha alma por estradas obscuras...
Fazendo-me ver, no pecado a formosura,
E em sua glória, o paraíso em minha mente...

Cobre de trevas os caminhos da pureza,
e me entrego à mulher que tanto amo...
Entro no céu com seu manto de beleza,

E no seu corpo sinto a vida que reclamo...
E nesse ato de amor,  sem sutilezas...
Mato o desejo, que na alma, foi tirano...
Jacó Filho
Enviado por Jacó Filho em 29/10/2007
Reeditado em 30/10/2007
Código do texto: T714699
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jacó Filho
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
3365 textos (286203 leituras)
1 e-livros (292 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 16:25)
Jacó Filho