Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AGORA É TARDE...

   

       Ah, a esperança que já encobre a madrugada...
       E que invade os meus lençóis nas tenras horas da manhã,
       Traz a luz do sol que surge no interstício da alvorada...
       E se introduz na minha saudade a incentivar o meu afã!


       Ah, a esperança... essa virtude  consagrada!
       Forte força – tão sonhada!- a espreitar meu coração...
       Que palpita só no anseio da poesia arranjada,
       A cumprir sua promessa de negar a solidão.


       Ah, doce esperança...por que então me abandonaste?
       Na vil hora em que chegaste...eu sequer te enxerguei!
       Tu rondaste o meu peito de um jeito tão suspeito...


       E depois tu te negaste quando mais eu precisei...
       Então vai!-toma teu rumo...roda pelo mundo inteiro,
       Vê se cede ao meu apelo...pois eu já te reneguei...

       
MAVI
Enviado por MAVI em 29/10/2007
Reeditado em 30/10/2007
Código do texto: T714855

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
5444 textos (340785 leituras)
993 áudios (87032 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 04:09)
MAVI