Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A JOVEM MISTERIOSA

Esta jovem, de rara formosura,
Que algente passa, a despertar louvores,
Esmaga corações, pisando as flores
Que lhe atapetam a estrada da Ventura.

Buscam-na em vão; a estranha criatura,
Desprezando paixões, calcando amôres,
Sem se deter, ostenta, seus filgores,
Indiferente à alheia desventura.

Muita vez, um furtivo e doce olhar
lança a alguém, por capricho, ou sem cuidar
Que à chama da esperança se consome!

Irrequieta, voluvél, fugidia,
Sem no mundo a ninguém dar primazia,
Passa; FELICIDADE--eis o seu nome!
Jaubert
Enviado por Jaubert em 31/10/2007
Código do texto: T717484
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jaubert
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
158 textos (6034 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:11)
Jaubert