Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

>DUAS SAUDADES*

Saudade de tantos tempos idos
Da cidade Jaguaruana não esquecida
Da menina sem mãe, pai presente
Do povoado sempre lembrado bem vindo

Vida feliz só a natureza presente
Na areia o pé queimando descalça
Subindo nos cajueiros bem altos
Dos frutos naturais o galope no cavalo

Ainda esta lá minha casinha antiga
Agora modificada com novos donos
A foto sempre trago e vejo-a no sono

Nas tuas saudades as minhas afloraram
Juntemos as duas, tempos já passaram
E poetamos, estas saudades tocaram

Saudade dos meus tempos de menino
Da aurora tão distante, da alvorada,
Correndo pelas ruas na calçada
Do tempo que passou diamantino

Distante destes dias me alucino
E busco uma esperança resguardada,
Promessa de manhã iluminada,
Bebendo deste rio cristalino.

Olhando para trás sigo com fé
Vou nas margens do Rio Muriaé
Descendo para o mar que eu não sabia.

O tempo trouxe seca para o peito,
Agora vivo só e insatisfeito
Sonhando o renascer do mesmo dia...

SOGUEIRA
Marcos Loures

Sonia Nogueira
Enviado por Sonia Nogueira em 03/11/2007
Código do texto: T721919

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Sonia Nogueira
Fortaleza - Ceará - Brasil
2360 textos (127388 leituras)
12 e-livros (650 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 13:24)
Sonia Nogueira

Site do Escritor