Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"ANDORINHA"

A chuva, que pelas nuvens, prometida
aos poucos vai chegando de mansinho,
e a água, então descendo destemida,
vai arrastando todas flores do caminho.

O cravo tinha a rosa e a margarida
e delas lhe sobrou só um espinho.
Distante, muito embora, nossa vida
reluto em me deitar em outro ninho,

e cumprir a obrigação comprometida,
no tempo que perdeu-se no caminho.
Não sei por qual de nós é mais sentida,

a imensa dor que faz a falta de carinho;
se tu, que ao longe está desprotegida,
se eu, que aqui distante e tão sozinho...

                                                      LUDY... sds. 22h
Lobo da Madrugada
Enviado por Lobo da Madrugada em 07/11/2007
Código do texto: T727801

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lobo da Madrugada
Curitiba - Paraná - Brasil
763 textos (332774 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 12:26)
Lobo da Madrugada