Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras que escrevo.

Não sei se faço me amar...
Com as palavras que escrevo.
Escrevo porque preciso,
Escrevo por desabafo,
Escrevo por emoção.
É preciso por para fora;
De qualquer forma...
Toda minha inspiração.
O poeta deve ter sofrido,
Da mesma forma que eu,
Colocou tambem nos seus versos,
Os pensamentos que erão seus.
No presente, no passado, no futuro,
Que virá, escondeu quem eu era...
Por falta de um impulso desse alguém.
Para surgir esta solida e forte emoção...
Ninguém criou um personagem,
Que me fizesse como sou.
Orquidea, pequenina, singela...
Quietinha, em seu vaso; a espera,
De um sorriso; a cada vez que me vê.
Amando, mais no momento que me regas,
Dando vida, beleza, a esse tão grande amor!

                                            cilene
Cilene de Castro Dano
Enviado por Cilene de Castro Dano em 08/11/2007
Código do texto: T728527
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cilene de Castro Dano
Presidente Prudente - São Paulo - Brasil, 74 anos
93 textos (5178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 04:27)