Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tela de poema
Águida Hettwer
 
Seguro na mão a palheta de cores,
Rabisco na tela cultuando poentes alvores,
A poesia de meus dias,
Palavras recolhidas nas sangrias.
 
Arrastam emoções febris,
 De almas em consonância,
Sonhos deitados sobre os vôos de colibris,
Nas paragens de uma estância.
 
Por vezes choram desenganos fragmentados
Frágeis papoulas dos outeiros,
Almas abraçadas em jardins de lágrimas.
 
 
Delineando rota anunciada,
Murmúrios cantam, no palco dos sentimentos,
Esculpindo sonhos na alvorada.
 
08.11.2007
 
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 08/11/2007
Código do texto: T729313

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 43 anos
1293 textos (124238 leituras)
15 áudios (2153 audições)
6 e-livros (2479 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 05:18)
Águida Hettwer

Site do Escritor