Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FINGIDA

Acreditei quando disseste que me amava,
Acreditei quando disseste que me queria.
Mas eu sei que teu coração cruel mentia,
Sei que teu corpo sedutor me enganava.

Acreditei quando disseste que me desejava,
Acreditei quando disseste que prazer sentia.
Era outro alguém que teu prazer saciava,
Era outro alguém que realizava fantasia.

Acreditei na tua louca e desvairada paixão,
Acreditei nos teus beijos cheios de emoção
Que seduziu com ternura toda minha vida.

Foste, na verdade, uma falsa, uma fingida,
Que deixou para trás um lar, uma guarida,
Para viver em outros braços uma ilusão.
Carlos Melgaço
Enviado por Carlos Melgaço em 09/11/2007
Código do texto: T730318

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Melgaço
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 59 anos
1147 textos (33627 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 00:18)
Carlos Melgaço