Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JOGO DE CINTURA

É pra valer, eu crio a história bonita
E, escrevo nas paredes de minha loucura
Enfeito minha vida tão triste e desdita
Pois, pra ser feliz, crio até uma criatura!

Aqui imortalizei o arremedo de amor
Num personagem desta minha maluquice.
Dou vida a ele e só, fico morrendo de dor.
Mas, eu permiti que fosse assim... Que tolice!

Não sei como explicar, mas sou mesmo esquisita...
Agora, já pressinto que não tenho cura.
Mudar isso, seria acabar com mi’a escrita.

E se acabo com ela, aumenta essa tortura
Já que é nela que encontro a pessoa bendita
Pra amar como ninguém! Só um jogo de cintura...
Tânia Regina Voigt
Enviado por Tânia Regina Voigt em 10/11/2007
Reeditado em 11/04/2009
Código do texto: T731925

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome da autora). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Regina Voigt
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
1026 textos (48145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 11:59)
Tânia Regina Voigt