Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À ESTUPIDEZ






Pessoas insensatas, por demais mesquinhas,
Não conseguem ver o bem, para além delas…
A estupidez diz-lhes que são reis e rainhas,
Não se importando um segundo com sequelas.

Parecem-se com pavões estridentes e vaidosos,
Remetendo para os outros toda a sua soberba…
Nunca por nunca aprenderam a serem cautelosos,
E como os porcos dão para engordar com a ceva.

Tenho para mim que são uns dignos anormais,
Importando vestimentas e carros a bel prazer…
E nem sequer merecem o epíteto de animais.

Passam nas ruas convencidos de sua grandeza;
Dessem-lhes árduos trabalhos e o que fazer,
E assim, quais cordeiros, lhes fosse a esperteza.

Jorge Humberto
09/11/07


 
Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 11/11/2007
Código do texto: T732836
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 51 anos
2622 textos (67034 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 09:50)
Jorge Humberto