Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O só e sua sombra (Menção ao texto de Danilo Ramos)

Era um morto-vivo: Um vegetal!
Um faz-de-conta, sem qualquer história,
que cedo deu a mão à palmatória
e fez co'a morte um pacto conjugal.

Natimorto: Uma sombra cerebral!
Não via, não falava... só sentia
um frio na garganta, que descia,
como a laje do seu funeral.

E aos vinte e cinco anos dessa vida,
nem mesmo anunciou a despedida,
fechou os olhos; cego, sem lembrança...

e faleceu sem que tenha vivido,
deixando de herança o gemido,
que acalentou sua desesperança.
 


Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 18/11/2005
Reeditado em 18/11/2005
Código do texto: T73299
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
1335 textos (57835 leituras)
5 áudios (264 audições)
13 e-livros (3207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:24)
Herculano Alencar

Site do Escritor