Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ABANDONADO NUM CANTO DO DESEJO (Chinelo Velho)

Por que me tratas como um chinelo usado,
Que te carregou por tantos caminhos?
Por que me deixas num canto sózinho?
Num canto escuro da casa largado.

Como é triste viver só, abandonado.
Adoram a rosa, desprezam o espinho.
Sinto tanto a falta do seu carinho.
Queria tanto regressar ao passado.

Reviver o primeiro e doce beijo,
Renascer a paixão da adolescência,
Recriar o namoro escondido no portão.
 
Só me resta no presente, tua ausência.
Um chinelo velho que perdeu seu chão,
Abandonado num canto do desejo
Edil Franci
Enviado por Edil Franci em 12/11/2007
Código do texto: T734247

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Edil Franci e o site www.recantodasletras.uol.com.br/autores/edilfranci). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edil Franci
São Paulo - São Paulo - Brasil
903 textos (74416 leituras)
2 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 21:07)
Edil Franci