Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite chuvosa

No selênio da madrugada, ouço o vento sopra...
Agitando as folhagens das arvores no jardim,
Ouço os coqueiros anões se baterem entre si,
Na janela ouço a chuva gotejar suavemente

Com toda essa sinfonia...
Tenho a solidão por companhia,
A cada respiração aperta-me o coração
Sem dó nem compaixão, nessa madrugada fria...

Minha única alegria e que logo amanhecera o dia
Trazendo com ele a alegria, com a qual convivo todo dia,
Após as noites de insônia e melancolia...

A cada manha sinto-me um novo ser,
Com alegria de viver e grande sede de aprende...
E a Deus agradecer por mais um belo amanhecer


 


Falcão Dourado
Enviado por Falcão Dourado em 16/11/2007
Reeditado em 17/11/2007
Código do texto: T739451

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Falcão Dourado
São Paulo - São Paulo - Brasil
319 textos (30792 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 09:18)
Falcão Dourado