Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quimeras

Não invejo as mansões nem os castelos
nem mesmo os artesãos ou os ourives,
eu me exilo onde o céu se faz possível
Sobre o colo que embala meus anelos.

Não invejo entre os vales o mais belo,
a obra de grandeza indescritível,
porque vivo o momento mais incrível
toda vez que aos teus olhos me revelo...

Deus me deu muito além do que preciso,
a graça de viver no paraíso
e a benção de louvar tudo em que creio.

Enquanto tantos tem sonhos dispersos,
tu guardas as quimeras dos meus versos
no berço perfumado dos teus seios.



Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 16/11/2007
Reeditado em 17/11/2007
Código do texto: T740232

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (85056 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 01:24)
Vaine Darde