Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As Formigas

Passam por mim em hordas pequeninas
Como a marchar num tétrico cortejo
Milhares e milhares em festejo
Pela existência das carnificinas.

Fitam-me ao longo as sórdidas retinas
E a salivar num mórbido desejo
Entocam-se na terra e num lampejo
Agregam-se aos dejetos das latrinas.

E lá, junto da terra, estas mendigas
- Felizes na matéria carcomida -
Sem respeitar-me a morte e sem cantigas

Invadirão meu féretro e em seguida
A referver de larvas as formigas
Virão roer-me a face ao fim da vida.
Henrique de Castro Silva Junior
Enviado por Henrique de Castro Silva Junior em 17/11/2007
Código do texto: T740765
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Henrique de Castro Silva Junior
Paracambi - Rio de Janeiro - Brasil, 38 anos
51 textos (6446 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 22:59)
Henrique de Castro Silva Junior