Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SUTURA

Que ninguém nos impeça de cumprir a sina
desenhada na força de nossos sentidos;
vendaval não me assusta, pois ele tem crina
e conhece os caminhos de sonhos perdidos...

Justo contra a corrente é que se vai à mina
em que tantos ensejos foram desmentidos;
se soubermos nascer onde a vida termina
voltaremos aos elos que foram perdidos...

Emoções reformadas, almas recompostas,
uniremos os fios de nossas respostas
pro passado ferido, quase que de morte...

Retornando às raízes do que agora somos,
poderemos enfim reflorir e dar pomos;
onde houver sangramento suturar o corte...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 17/11/2007
Código do texto: T741030
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3105 textos (62561 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 04:47)
Demétrio Sena