Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOMENTE

No começo foi o tempo da demora
O vazio, a solidão, hora após hora...
E depois da insana angústia, as vãs esperas
E os anseios transformados em quimeras.

E por fim veio a tortura de sua ausência
Os momentos solitários de carência
E os tormentos da existência sem você
Que se foi sem ter chegado, e sem porquê.

Foi um rio que secou ainda na fonte
Um olhar que se perdeu pelo horizonte
Um destino que findou antes da estrada

E eu, um sol que anoiteceu em plena aurora
Da esperança que perdeu-se na demora
De uma ausência que, de plena, fez-se nada!


Oldney Lopes©
Brumadinho, 19 de novembro de 2007.
21:37
Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 19/11/2007
Reeditado em 19/11/2007
Código do texto: T743870

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Oldney Lopes
Brumadinho - Minas Gerais - Brasil
323 textos (64592 leituras)
4 e-livros (1241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 08:01)
Oldney Lopes

Site do Escritor