Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETAR I

SONETAR I

Tive vontade de escrever catorze versos
Tive um louco desejo de versejar
E, perdido nos meus universos
Jamais tive tempo de me encontrar

Pensamentos vagos, insanos, inversos
Agora não me servem para rimar
São inimigos mudos, perversos
Que incitam o meu ser a cismar

Cismando, talvez eu escreva um soneto
Iniciando –por que não?- por um terceto
Nessa incessante busca de poetar

E nesse mar de incertezas em que me meto
Antes que eu morra escrevo novo terceto
Para de mim –um dia- o mundo lembrar
Francisco Monteiro
Enviado por Francisco Monteiro em 20/11/2007
Código do texto: T745268

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Monteiro
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 47 anos
72 textos (1998 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 09:29)
Francisco Monteiro