Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E há sonetos tristes e alegres

A poesia da alma é linda,
Como a criança que brinca indo,
Não é sim a escrita só corrida,
É a alma que chora, só,sorrindo.

E há sonetos tristes e alegres,
Os mais lindos vêm do coração,
Poemas d'altivez e de vestes,
Vestes sentidas de coloração.

Poesia alegre é igual,
Faz um mestiço assim em poema,
Junto à poesia triste, formal.

A lágrima escrita em papel,
É como um chorinho em viola,
É tal qual, como tango de Gardel.


jose duarte
Enviado por jose duarte em 21/11/2007
Reeditado em 22/11/2007
Código do texto: T746957

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jose duarte
Portugal, 48 anos
63 textos (12814 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 22:48)