Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto do Amor

É vago e imprevisível no que faz e no que diz
Retrato do invisível que me faz cantar mais forte
Tão caro e singelo que me toca... sul ao norte
Das partes da minha vida... a que me faz feliz

Calor e forte frio, em versos que refiz
Bondade e maldade que se espalha em toda parte
Que acalma e acalenta e ao mesmo tempo invade
Estranho e vicioso que tem aquilo que quis

E entorna em meu peito seu fel
Que em tal pugna não reluta em perder
Sente o abraço gostoso do mel

E se faz por meu sangue ferver
E depois se defini cruel
E me força a querer perecer
Darlan Santana
Enviado por Darlan Santana em 22/11/2007
Código do texto: T747508
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Darlan Santana
Aracaju - Sergipe - Brasil, 32 anos
139 textos (6329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 10:09)
Darlan Santana