Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto da melancolia do amor

Quisera nunca ter amado nessa vida,
E não ter a sombria pesar nostalgia,
Envelhecida nos barris da melancolia,
Sentido a dor silenciosa e contida.

Histórias de amor não mas me seduz,
Tornaram-se pétalas de rosas ao vento,
Ausências de cores a todo momento,
Imagens foscas,sem brilho, sem luz.

Vejo no amor livros velhos, rasgados,
Romances tristes, sem meio, sem fim,
Nos dramas e nos prantos dos fracos.

Amor é;  o refúgio dos desesperados,
Angústias de quem os vive, enfim,
Sangria nos corações apaixonados.

Russolini
Enviado por Russolini em 22/11/2007
Código do texto: T748017

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Russolini
Santos - São Paulo - Brasil
209 textos (9171 leituras)
1 e-livros (15 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 15:29)
Russolini