Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MONÓLOGO DA SAUDADE

Monólogo da saudade
Ferreira

Onde você for, eu vou...
Não adianta querer fugir
Sou forte e brava como o vento
Meu lema é te perseguir

Você não sabe o que é tormento
Amou com fibra e decisão
É pena que virou lamento
Sua linda e grande paixão

Já fiz muita gente chorar
Não gosto de te ver sorrir
Dane-se de tanto me ter e sentir

Não quero te ver feliz
Alegre pela cidade
Ah! Não é à toa que meu nome é saudade
 
Adilson Ferreira dos Santos
Enviado por Adilson Ferreira dos Santos em 24/11/2007
Código do texto: T750651
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adilson Ferreira dos Santos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
29 textos (27083 leituras)
5 áudios (54 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 23:47)
Adilson Ferreira dos Santos